• Claudia Novaes

Grupo de empreendedoras cria cooperativa para compartilhar clientes; veja como

Pelo menos 50 mulheres de Campinas fazem parte da cooperativa. O objetivo é a troca de indicações e a fidelização.


Com a perda de emprego cada vez mais frequente e uma baixa considerável nas vendas de vários setores, um grupo mulheres de Campinas (SP) resolveu unir forças e criar uma cooperativa de empreendedoras. Atualmente, o grupo já conta com, pelo menos, 50 participantes, que oferecem os mais diversos serviços, e tem a vantagem do compartilhamento de clientes.

Em seis meses o aumento geral nas vendas do grupo chega a 70%. A idealizadora da cooperativa, Kézia Chaves, conta que a ideia é unir mães que morem no mesmo bairro e que ofereçam algum tipo de serviço ou comércio.

“Foi maravilhoso, porque hoje nós temos uma grande rede de apoio e nós conseguimos atender esse bairro todo”, comemora.


Sucesso na indicação

O grupo, que foi criado há seis meses, funciona com indicações: uma mãe indica o trabalho da outra e, aos poucos, os clientes vão sendo fidelizados.

“Com certeza que várias mães estão passando pela mesma situação que a gente há seis meses atrás e que querem empreender. Então, a imagem que a gente quer deixar é essa, de que é possível”, acredita Cláudia Novaes, mentora do grupo.


📷​​SMLXL📷


Áreas de atuação

O grupo engloba várias as áreas: desde a cabeleireira Alessandra Lima, que tem o próprio salão há mais de dez anos; a fotógrafa Sara Coutinho, que leva a filha caçula nos ensaios; e a confeiteira Elisandra Brait, que abandonou a carreira de administradora para se dedicar aos doces.


“Muitos grupos devem ser formados. Principalmente as mulheres, têm uma força, um potencial muito grande, e acham que às vezes, sendo donas de casa ou mães, não têm essa oportunidade. Mas têm!” , aconselha Elisandra.


Link da matéria: https://goo.gl/TmVuJe

0 visualização