• Claudia Novaes

O fim da preguiça



Há dias em que apenas queremos descansar e ficar sem fazer nada. Pensamos em faltar ao trabalho, à academia ou até mesmo postergar a realização de uma tarefa. Temos vontade de nos entregar à preguiça!


Todos nós em algum momento já tivemos esse sentimento, que é algo plenamente normal. Foi até mesmo comprovado cientificamente, que a preguiça se trata de um mecanismo natural do corpo humano para fazê-lo poupar energia.

Mas o que fazer quando ela nos impede de cumprir prazos ou de alcançarmos nossos objetivos? Veja a seguir 5 dicas infalíveis que selecionei para ajudá-lo a acabar de vez com essa sensação de preguiça e ser mais produtivo.


Dica número 1

Antes de tudo, é preciso aceitar a premissa de que qualquer hábito pode ser mudado.

De acordo com Charles Duhigg, autor do livro O Poder do Hábito, “Quando você aprende a se forçar a ir à academia, a começar sua lição de casa ou a comer uma salada em vez de um hambúrguer, parte do que está acontecendo é que você está mudando o modo como pensa”.


Portanto, é essencial mudar a mentalidade e encontrar formas de se auto recompensar sempre que atingir determinado objetivo. Isto certamente o ajudará a sentir menos preguiça quando tiver que fazer algo.


Dica número 2

Para superar uma condição de desânimo ou de falta de vontade é essencial identificar o porquê de estar se sentindo assim.

A preguiça não é um problema, mas sim um sintoma, por isso é importante fazer uma reflexão. Pode ser que você esteja apenas muito cansado, saturado ou apenas sem inspiração no momento.


Dica número 3

Depois de identificada a causa, é hora de decidir o que fazer com ela.

Se chegar à conclusão de que está de fato, muito cansado, é o momento de reservar um tempo em sua agenda para descansar. Sei que, para alguns isto pode parecer praticamente impossível, mas garanto que vale a pena tentar!

Se por outro lado estiver se sentindo saturado, é o momento de reavaliar como está planejando suas atividades e gerenciando seu tempo. Definir prioridade e delegar algumas atividades, pode ser fundamental.

Caso o problema seja inspiração, tente fazer algo diferente na sua vida para quebrar a rotina. Pode ser, por exemplo, fazer um caminho diferente do que está acostumado a ir para o trabalho, visitar uma exposição, ler um livro.... Enfim, são muitas as opções. É só escolher a que se encaixa melhor no seu perfil.


Dica número 4

Pratique algum exercício, e de preferência, tenha uma alimentação saudável. No começo pode ser difícil, mas depois de quebrados os maus hábitos, você terá se acostumado e fará tudo isso naturalmente.

O seu corpo irá agradecer e, com certeza, você se sentirá com mais disposição e energia para enfrentar os desafios e a rotina do dia-a-dia.



Dica número 5

Organização é essencial. E por mais incrível que possa parecer, trabalhar em uma mesa desorganizada e em um ambiente organizado, influencia inconscientemente nosso bem-estar e nossa produtividade.

Portanto, organize-se e se sentirá, pelo menos um pouco mais disposto para realizar suas atividades.


Enfim, espero que tenham gostado e que estas breves dicas sejam úteis para você!


0 visualização